Ensaios

23/04/2014

Dacia Duster: Renovado, mas a essência mantém-se

Subscreva a nossa newsletter


Quando testámos pela primeira vez o Duster, este reinava a seu prazer o segmento dos pequenos SUV. O único rival era o Skoda Yeti, mais caro. Mais tarde surgiu o Nissan Juke, também mais caro. Mas a meio da sua vida comercial o mercado está repleto de concorrente e o mais ameaceador é o seu irmão Renault Captur. Quase ao mesmo preço e mais moderno e atraente. Terá o Duster argumentos para aguentar esta investida?

Actualmente o Duster não é apenas o modelo mais vendido da Dacia, é também o mais vendido do grupo Renault, superando Clio e Megane. Lembramos que fora da Europa ocidental o Duster é vendido como Renault. Mas os anos começaram a pesar e algumas soluções ergonómicas começavam a ser embaraçosas, como o posicionamento dos vidros eléctricos, a falta de apoio lateral do banca e o auto-rádio que era a única tecnologia que se via a bordo.

Duster-Tech-Road-2014 (11)

Mas o principal problema para o Duster era a concorrência dos pequenos SUV como o Juke, Captur e 2008. Por isso, a Dacia/Renault deu um passo em frente e modernizou o Duster, deixando intocável a fórmula de muito por pouco dinheiro. Ou seja, pelo tamanho rivaliza com Qashqais e verdadeiros Tudo-terreno, mas no preço rivaliza com os pequenos SUV.

As mudanças operadas são apenas cirugicas, um anova frente, novos farolins traseiros e novas barras de tejadilho completam a renovação por fora. Por dentro o comando dos vidros foi para as portas, os bancos possuem algum tipo de apoio lateral (não o ideal, mas melhor que nada, como na geração anterior). Mas mais importante, tem agora um centro multimédia, com GPS e Bluetooth, sim também a Dacia sucumbiu à tecnologia!

Mas também é verdade que entre um Dacia Duster de 90 CV por 18500 euros e um Renault Captur com o mesmo motor e 19100€ adivinhem qual é que a maioria dos consumidores irá preferir? O Dacia não é certamente, muito por culpa da reputação de utilizar tecnologia Renault  com uma década. Mas olhe que o Captur debaixo daquele ar futurista esconde algumas peças dessa proveniência.

Concluindo: O Duster é espaçoso e vai aonde mais nenhum pseudo SUV vai e a um preço atraente.






 
 

 

Classe X chega em novembro

O novo Mercedes-Benz Classe X é único na sua versatilidade e pode ser usado como pickup todo-o-terreno, mas também como viatura para famílias e para um estilo de vida urbano. Complementa a força das mid-size pickups com a...
by Edmar
0

 
 

Novo Mégane revelado

20 anos depois do seu lançamento o Renault Mégane, do qual se venderam mais de 6,5 milhões de unidades em todo o mundo, revela agora a sua 4ª geração. O Novo Mégane distingue-se pelas suas linhas dinâmicas e pela expres...
by Edmar
0

 
 

DACIA: UMA HISTÓRIA DE SUCESSO

A Dacia é muito provavelmente o fenómeno mais recente da indústria automóvel. Quando a Renault, em finais de 1999, adquiriu mais de 50 por cento do capital desta marca de origem Romena, o objectivo era o de integrar no Grup...
by Edmar
0

 

 

Seja Smart, de preferência Forfour

Este foi um dos carros mais aguardados por nós em 2014 e devemos dizer que superou as expectativas, em todos os sentidos, mesmo após termos testado o primo Twingo, que já tinha elevado a fasquia para planos estratosféricos....
by Edmar
0

 
 

Teste da semana: Renault Twingo

O Twingo conseguiu com a primeira geração criar uma legião de fãs, devido à sua forma de mini-monovolume. Mas a segunda geração, apesar da qualidade que tinha, perdeu o elan que a primeira geração conseguiu, muito devi...
by Edmar
0

 




style="display:inline-block;width:728px;height:90px" data-ad-client="ca-pub-9971066314982170" data-ad-slot="3157887545">

0 Comments


Be the first to comment!


Deixe uma resposta


Últimas
 



 
Pular para a barra de ferramentas