Teste da Semana

09/02/2014

Teste da semana: Nissan Leaf

Subscreva a nossa newsletter


 

 

O teste da semana está a deixar-nos eléctricos! Sim é o Nissan Leaf e por sorte não é vermelho.
Primeiras impressões? Não percebemos o travão de estacionamento accionado pelo pé. A Nissan diz “à Mercedes”, nós dizemos: à Prius.
Porquê? Porque o travão desactiva-se com o pé (como no Prius) e não por uma alavanca (como na Mercedes)
Além de que está escondido: andámos vários minutos á procura, num carro do século XXI não se percebe esta solução.
De resto é em tudo o carro do futuro, mas: andámos 70 km, temos carga para mais 37, quando pegámos nele tinha carga para 120km. Este é um dos inconvenientes, o outro são as horas que irão ser necessárias para voltar a ter 120 km de autonomia.
Depois de andarmos chegámos à conclusão que é o carro mais fácil de conduzir que tivemos até hoje. Mas primeiro que se consiga arrancar… E nós que conduzimos 50 carros diferentes por ano!

 

 

1797331_619886008047606_274009207_n

Depois de ultrapassado o trauma do travão de estacionamento (ver foto e quem encontrar o dito travão leva um prémio) apercebemos-nos de duas coisas:
Primeiro temos que vencer a ansiedade da autonomia (uma doença diagnosticada e validada pela Organização Mundial de Saúde) . Parece que andamos sempre na reserva, ansiosos para saber se chegamos a casa antes da energia acabar:
De manhã arrancámos com uma autonomia de 145 km, andámos 40 km e ficámos com uma autonomia para 66 km. E pensámos: “Não vamos chegar a casa”. Afinal o carro chegou com uma autonomia para mais 30.
Portanto dos 145 km, andámos 80, com uma estimativa para mais trinta (110 km de autonomia estimada). Em que medida esses 30 km serão reais?
Pensamos que é uma questão de hábito. Mas a condução muda: andamos mais devagar, mais calmamente. Pensamos no carro como um telemóvel: a bateria tem que dar para todo o dia, por isso desligamos o GPS, os dados, podemos não ter uma ficha à mão. Como o Leaf passasse a mesma coisa: pensamos em tudo o que podemos fazer para não gastar electricidade e o que podemos fazer para aumentar a autonomia (como as travagens, as descidas para regenerar energia).

Para quem tem a possibilidade de ter um meio de carregar o Leaf, é uma alternativa para as deslocações diárias. Para quem tem a sorte de morar a meia dúzia de quilómetros do trabalho, pode andar toda a semana sem carregar e ai faz todo o sentido. Esta é a viatura ideal para uma segunda viatura. Os custos são apenas iniciais, ou seja a compra da viatura. Os custos de utilização resumem-se ao seguro. A carga fica em pouco mais de um 1 euro. Em 30 dias são menos de 40 euros. Metade de um deposito e isto para 3 mil km (média de 100 km/dia).
Mas sejamos realistas, para quem passa a vida na estrada e faz mais de 100 km diários, não compensa. E também para quem anda com horários apertados (pressa e Leaf não rimam). Resumindo, para deslocações urbanas e suburbanas faz mais sentido do que transportes públicos (por menos que o passe e mais comodamente tem um carro do futuro ao seu dispor).
É o ideal? Ainda não, mas é um passo necessário para combater a poluição, a dependência do petróleo e o desejo de um melhor amanhã.

 

 

1794778_620358294667044_1674875265_n

Hoje foi o último dia com o Leaf, sobe a pouco, mas fica a promessa da Nissan para Março temos 5 dias com o Leaf.
Conclusões? Por 25 mil euros pode levar para casa um carro sem custos de manutenção e que faz 100 km por pouco mais de 1 €. É fácil de conduzir e ultra-confortável.
E prazer ao volante? Depende da sua opinião sobre prazer de condução. Se o silêncio e o conforto é um prazer, então encontrou o que procurava.
Se é o som de um motor combustão, drifts e peões, está bem longe. Este carro é o futuro, dentro de alguns anos quase todos os carros serão assim, mas os GTis ainda têm o futuro assegurado. São apenas carros diferentes para públicos diferentes.
Leaf, até Março. Para a semana vamos até à República Checa.

1795790_620760854626788_374896573_n






 
 

 

10 mil clientes europeus já encomendaram o novo Nissan LEAF dos quais 287 em Portugal

O Novo LEAF tem recebido um interesse sem precedentes dos consumidores europeus desde a sua revelação em outubro de 2017 Dos mais de 10 mil Nissan LEAF 2.Zero encomendados na Europa, 287 foram-no por clientes em Portugal, um ...
by Edmar
0

 
 

Após 10 anos a Nissan continua a liderar o segmento Crossover em Portugal

No ano em que celebra o décimo aniversário do Qashqai, a Nissan continua a consolidar a posição de líder destacado no segmento dos crossovers no mercado nacional. Com mais de 7,3 mil unidades vendidas entre janeiro e outub...
by Edmar
0

 
 

Nissan revela o IMx, crossover eléctrico

A Nissan Motor Co., Ltd. amplia a sua liderança da revolução elétrica, apresentando no Salão Automóvel de Tóquio, dois novos protótipos, entre eles o seu primeiro Crossover 100% elétrico, e anunciando a entrada da marc...
by Edmar
0

 

 

Novo Nissan Leaf chega a Portugal

A Nissan acaba de revelar mais detalhes para a Europa sobre o novo Nissan LEAF, a evolução do automóvel elétrico com zero emissões mais vendido em todo o mundo. Personificando a visão de Mobilidade Inteligente da Nissan, ...
by Edmar
0

 
 

Novo Leaf em Janeiro

A Nissan revelou hoje o seu novo Nissan LEAF, o automóvel elétrico de comercialização em massa mais avançado do mundo e ícone da visão de Mobilidade Inteligente da empresa.   Totalmente elétrico e equipado com tecn...
by Edmar
0

 




style="display:inline-block;width:728px;height:90px" data-ad-client="ca-pub-9971066314982170" data-ad-slot="3157887545">

0 Comments


Be the first to comment!


Deixe uma resposta


Últimas
 



 
Pular para a barra de ferramentas