Teste da Semana

15/03/2014

Teste da Semana: Renult Megane 1.6 DCi

Subscreva a nossa newsletter


Depois de uma semana de interregno, onde fizemos dois especiais (Carnaval e dia da Mulher) voltamos ao habitual.
Esta semana o ensaio é a nova geração Megane, cuja principal novidade é a frente redesenhada para ficar idêntica ao novo Clio. Nesta frente predomina o enorme logótipo Renault.
A “nossa” versão é a Megane Coupé com o motor diesel 1.6 de 130 CV. Nos próximos dias vamos dando conta das nossas impressões.

1382992_634948576541349_1370620298_n

Como referimos, esta semana andamos com o Megane coupe 1.6 dci de 130 cv, provavelmente o melhor diesel desta cilindrada.
E a renault tem respondido ás críticas de consumos algo elevados para um diesel. Dizemos isto porque não ultrapassamos os 5,2 litros aos cem.
Este foi o mesmo carro que utilizamos mo circuito do Estoril e é muito mais divertido de utilizar no dia a dia.
A suspensão, travões não foram pensados para um circuito exigente como o Estoril.
Está é a carroçaria que melhor acenta ao Renault Megane. Principalmente numa altura em que os principais concorrentes foram renovados (Golf e 308, por exemplo). Mas temos que confidenciar que uma coisa é criar um carro de raiz com aquela frente (clio e captur), outra é adaptá-la a um existente. Existe uma certa desproporcionalidade naquele símbolo que a Renault não soube (ou não quis) disfarçar.
Amanhã apresentamos as conclusões.

10007482_635478149821725_351065326_n

E hoje foi o último dia de convivência com este Megane.
Pontos menos positivos tem a ver mais com o estilo da carroçaria do que o modelo em si: o espaço para a cabeça, mesmo para o condutor é curto e para os lugares traseiros ainda é menor.
O pedal do travão está demasiado próximo do acelerador, a ideia é facilitar a técnica “ponta-tacão” que permite travar sem perder muitas rotações, algo que a maioria dos mortais não sabe fazer.
De resto as notas positivas vão inteiras para este motor e para um chassis muito equilibrado, em conjunto permitem umas brincadeiras engraçadas. Mal podemos esperar pela versão biturbo de 160cv.
Conclusão: o novo design não irá agradar a todos, mas é o suficiente para aguentar o Megane no topo das vendas até ser substituído (provavelmente a nova geração só deve ser apresentada em frankfurt em setembro de 2015).

1620363_635889469780593_656373313_n






 
 

 

Peugeot apresenta novo 508

Tudo muda no novo PEUGEOT 508: nova arquitetura, rebaixada e compacta, novo design exterior fluido e musculado, e interior espetacular que integra uma nova interpretação do PEUGEOT i-Cockpit®. O novo PEUGEOT 508 promete, ass...
by Edmar
0

 
 

A Volvo apresentou a nova Volvo V60.

Numa apresentação que decorreu online na página de facebook oficial da marca, os internautas ficaram a conhecer a nova carrinha Volvo. Tendo por base a nova plataforma SPA da Volvo – Scalable Product Architecture, util...
by Edmar
0

 
 

Citroen apresenta novo Berlingo

Criadora do segmento dos Veículos Multifunções em 1996, a Citroën desvendou o novo Berlingo. Uma terceira geração que dá continuidade à saga de uma silhueta diferente, simples e funcional, que soube inovar ao longo do t...
by Edmar
0

 

 

Mercedes apresenta ao mundo novo Classe A

O novo Mercedes-Benz Classe A mantém o mesmo aspeto dinâmico que já o caracteriza, mas agora com argumentos tecnológicos nunca vistos neste segmento. Redefine totalmente o luxo moderno na classe de veículos compactos e rev...
by Edmar
0

 
 

PEUGEOT 308 ESTREIA TRÊS MOTORES EURO 6.2d

Antecipando-se em nada menos do que 2 anos à normativa europeia Euro 6.2d em matéria de emissões poluentes, cuja obrigatoriedade está agendada para o ano de 2020, a PEUGEOT acaba de lançar no mercado nacional três novos m...
by Edmar
0

 




style="display:inline-block;width:728px;height:90px" data-ad-client="ca-pub-9971066314982170" data-ad-slot="3157887545">

0 Comments


Be the first to comment!


Deixe uma resposta


Últimas
 



 
Pular para a barra de ferramentas